Inovação & Investimento Capacitação Institucional

No âmbito do processo de capacitação institucional, foi lançado de forma pioneira um programa de peer learning acerca do Ciclo de Vida da Inovação e Empreendedorismo Social, com o objetivo de conhecer in loco projetos de sucesso com vários estados de ciclo de vida de Inovação e Empreendedorismo Social da Região.

Turma de interlocutores dos municípios da AMP

O Roteiro da Inovação e Empreendedorismo Social levou interlocutores dos 16 municípios da AMP a conhecer cinco Iniciativas de Empreendedorismo Social:

• a ColorADD, sistema de identificação de cores para daltónicos, considerada como uma das 40 inovações que vão mudar o mundo;

• a Revista Cais, projeto muito conhecido pela venda da revista em algumas cidades de Portugal por pessoas em situação de desemprego de longa duração, criado pela associação Cais tendo como inspiração a revista inglesa Big Issue;

• a Cais Recicla, um projeto igualmente da associação Cais, de ecodesign e promoção das competências de empregabilidade, que transforma resíduos industriais em produtos muito atrativos, como colares, anéis, lápis ou cadernos, recorrendo ao auxílio de designers e dando oportunidades laborais a pessoas em desemprego de muito longa duração;

• o projeto “Dar Sentido à Vida” da associação SAOM, que transforma pessoas em risco de exclusão social em profissionais de alto nível no ramo da restauração, realizando serviços de catering de 4 e 5 estrelas;

• a Vintage for a Cause, uma Iniciativa muito recente, que está a combater o isolamento de senhoras com mais de 50 anos através de um clube de costura que transforma roupa vintage, tendo o auxílio criativo de estilistas.

Veja as fotos.

Turma de Interlocutores das redes sociais dos municípios da AMP

O Roteiro da Inovação e Empreendedorismo Social proporcionou aos interlocutores das Redes Sociais dos 16 municípios da AMP o contato com quatro Iniciativas com características de Inovação e Empreendedorismo Social:

• a Revista Cais, projeto muito conhecido pela venda da revista em algumas cidades de Portugal por pessoas em situação de desemprego de longa duração, criado pela associação Cais tendo como inspiração a revista inglesa Big Issue;

• a Cais Recicla, um projeto igualmente da associação Cais, de ecodesign e promoção das competências de empregabilidade, que transforma resíduos industriais em produtos muito atrativos, como colares, anéis, lápis ou cadernos, recorrendo ao auxilio de designers e dando oportunidades laborais a pessoas em desemprego de muito longa duração;

“Mundo a Sorrir”, uma Associação de Médicos Dentistas Solidários Portugueses, que surge em Julho de 2005 para trabalhar no campo da saúde, nomeadamente na área da Saúde Oral, com o principal objetivo de promover o bem-estar das comunidades mais desfavorecidas, excluídas e marginalizadas;

Arrebita!Porto, um projeto inovador de repovoamento e dinamização da cidade através da reabilitação de edifícios devolutos sem qualquer custo, contando para isso com o esforço conjunto de estudantes internacionais de arquitetura e engenharia (que fazem uma espécie de “Erasmus prático”), de empresas (que fornecem materiais de construção) e de entidades públicas (que asseguram a componente logística, como o alojamento dos estudantes).

Veja as fotos.





Caracterização da AMP


A AMP e o seu Território

O Porto, cidade com as suas referências inscritas na história, afirma-se hoje como cidade-pólo, embrionária da grande região que é hoje a Área Metropolitana do Porto (AMP). Localizada no Litoral Norte de Portugal, a AMP abraça uma zona geográfica composta, actualmente, por 17 municípios contíguos, numa área aproximada de 2.040 Km2 com uma população residente a rondar 1.700.000 habitantes. Todos estes concelhos assumem as suas particularidades mas convergem numa complementaridade pela diversidade, na qual a AMP é, sem dúvida, um portador e promotor dessa coesão.


A AMP e os seus Municípios

Os 17 concelhos que compõem a Área Metropolitana do Porto apresentam características únicas e identitárias que conferem ao território metropolitano a sua diversidade cultural. Essa identidade/diversidade está refletida na multiplicidade de ofertas de programas gastronómicos, desportivos, de natureza e culturais, que oferecem aos visitantes e aos conterrâneos vivências e experiências únicas.


A AMP em Números

A Área Metropolitana do Porto disponibiliza informação estatística que dá a conhecer as principais características da população, da habitação, da educação, do ambiente, da saúde e da dinâmica económica do seu extenso território.


PÓVOA DEVARZIM VILA DOCONDE TROFA MAIA VALONGO GONDOMAR PAREDES MATOSINHOS PORTO VILA NOVADE GAIA ESPINHO SANTA MARIADA FEIRA SÃO JOÃODA MADEIRA OLIVEIRADEAZEMÉIS VALE DECAMBRA AROUCA SANTOTIRSO